Arquivo de setembro 7, 2011


por Almanakut Brasil Blogs, quarta, 7 de setembro de 2011 às 15:58

Toda essa gente bonita, sorrindo para as câmeras da era do BBB, fantasiadas como se estivessem na Parada Gay, bandeiras vermelhas de vergonha na cara e poucos exemplares dos que são os mais afetados pelas pragas que estão aí, até antes da Ditadura Militar.

Quantos desses aí, e de nós que estamos aqui, praticam o “jeitinho brasileiro” diariamente?

Qual é o nosso nível de corrupção, de cidadania, de respeito ao meio ambiente, à sociedade em geral e lá, lá, lá?

A maioria dos “safados e safadas” desse país, durante esses protestos, estão nas suas casas de praia, de fazendas, e outros, no exterior.

E a corrupção na máquina pública, no setor privado, no crime organizado, no desorganizado, na sua rua, no seu bairro, na sua cidade e no seu estado?

Só protesto de Zona Sul, não vai resolver nada!

É preciso que o mais “sabido” ajude e inclua o mais “ferrado” nessa, também!

Diante de um caos e na fila da sopa, por causas naturais ou não, sofrerá menos, quem já tem as costas marcadas, as mãos calejadas e a esperteza que só tem quem tá cansado de apanhar.
———————————————————————-
Ninguém quer ver nas ruas do Brasil, o que acontece nas ruas de Trípoli, mas, oncinha pintada, zebrinha listrada e coelhinho peludo, que vão se f….!

Paródia do Scrash Music Fuleration. Você votou mal (Lobo Mal)

www.scrashmusic.com.br


É Ladrão Que Não Acaba Mais

Bezerra da Silva
Composição: Bezerra da Silva

Quando Cabral aqui chegou
E semeou sua semente
Naturalmente começou
A lapidação do ambiente…
Roubaram o ouro
Roubaram o pau
Prá ficar legal
Ainda tiraram o couro
Do povo
Desta terra original…
E só deixaram
A má semente
Presente de Grego
Que logo se proliferou
E originou a nossa gente…
É ladrão que não acaba mais
Tem ladrão que não acaba mais
Você vê ladrão
Quando olha prá frente
Você vê ladrão
Quando olha prá trás…(2x)
Hiiiiiii!
A terra boa
Mas o povo
Continua escravizado
Os direitos são os mesmos
Desde os séculos passados
O Marajá
Ele só anda engravatado
Não trabalha, não faz nada
Mas tá sempre
Endinheirado…
E se entrar no supermercado
Você é roubado!
E se andar despreocupado
Você é roubado!
E se pegar o bonde errado
Você é roubado!
E também se votar prá deputado
Você é roubado!
Certo!
Tem sempre 171 armando fria
Tem ladrão lá no congresso
Na quitanda e padaria
Ladrão que rouba de noite
Ladrão que rouba de dia
Dentro da delegacia
Ninguém entendia
A maior confusão
O doutor delegado
Grampeou todo mundo
Porque o ladrão
Roubou outro ladrão
É ladrão que não acaba mais
Tem ladrão que não acaba mais
Você vê ladrão
Quando olha prá frente
Você vê ladrão
Quando olha prá trás…(2x)
Quando Cabral aqui chegou
E semeou sua semente
Naturalmente começou
A lapidação do ambiente…
Roubaram o ouro
Roubaram o pau
Prá ficar legal
Ainda tiraram o couro
Do povo
Desta terra original…
E só deixaram
A má semente
Presente de Grego
Que logo se proliferou
E originou a nossa gente…
É ladrão que não acaba mais
Tem ladrão que não acaba mais
Você vê ladrão
Quando olha prá frente
Você vê ladrão
Quando olha prá trás…(4x)

PagSeguro A solução completa para pagamentos online

Fique protegido contra golpes online: Compre, faça pagamentos e receba dinheiro pela internet com segurança e tranquilidade usando PagSeguro.

Saiba mais – PAGSEGURO