“Furdunços” no mundo – e o “estorvo” sempre metido no meio

Publicado: fevereiro 15, 2019 em Sem categoria

amanha vai ser outro dia

Índia quer isolar Paquistão após ataque do “Exército de Maomé” – (RTP – 15/02/2019)

O grupo radical com base no Paquistão Jaish-e-Mohamed, ou Exército de Maomé, reivindicou o ataque que maior número de mortes provocou entre as forças de segurança da Caxemira indiana em 30 anos de insurreição, aumentando a tensão regional. O Governo indiano promete dar “todos os passos diplomáticos possíveis” para garantir o “total isolamento” do Paquistão a nível internacional, na sequência das mortes de 44 soldados no atentado suicida.

https://www.rtp.pt/noticias/mundo/india-quer-isolar-paquistao-apos-ataque-do-exercito-de-maome_n1129419

Jovem que se juntou ao Daesh quer regressar a casa para dar à luz após morte de dois filhos – (Correio da Manhã/Portugal – 15/02/2019)

Shamima Begum viu dois dos seus filhos morrerem na Síria. Grávida novamente, não se diz arrependida de se ter juntado ao grupo terrorista.

https://www.cmjornal.pt/mundo/detalhe/jovem-que-se-juntou-ao-daesh-quer-regressar-a-casa-para-dar-a-luz-apos-morte-de-dois-filhos

EUA retiram ‘pessoal que não é de emergência’ do Haiti por distúrbios – (AFP/Estados de Minas – 15/02/2019)

“Atualmente há manifestações generalizadas, violentas e imprevisíveis em Porto Príncipe e em outras partes do Haiti. Devido a estas manifestações, em 14 de fevereiro de 2019, o Departamento de Estado ordenou a saída de todo o pessoal dos Estados Unidos que não seja de emergência e de seus familiares”, disse o órgão em um comunicado.

https://www.em.com.br/app/noticia/internacional/2019/02/15/interna_internacional,1030748/eua-retiram-pessoal-que-nao-e-de-emergencia-do-haiti-por-disturbios.shtml

Líder do Haiti descarta renúncia e pede diálogo após protestos violentos – (Reuters/Extra/Globo – 15/02/2019)

Milhares de manifestantes vêm pedindo há dias a renúncia de Moise e uma investigação independente sobre o destino dos recursos do acordo PetroCaribe, uma aliança entre países caribenhos e a Venezuela.

https://extra.globo.com/noticias/economia/lider-do-haiti-descarta-renuncia-pede-dialogo-apos-protestos-violentos-23454967.html

Haiti: Igreja Católica pede ao poder político «soluções sábias» para um «país à beira do abismo» – (Agência ECCLESIA – 15/02/2019)

A Conferência Episcopal do Haiti diz que o “país está à beira do abismo”, e lança um apelo à “consciência dos vários partidos políticos”, para que se encontre uma solução para os problemas das populações.

https://www.agencia.ecclesia.pt/portal/haiti-igreja-catolica-pede-ao-poder-politico-solucoes-sabias-para-um-pais-a-beira-do-abismo

Gasto do Exército brasileiro no Haiti chega a R$ 1,9 bi desde abril de 2004 – (O Estado de S.Paulo – 25/12/2012)

País não tem controle de todos os recursos que recebe.

Desse total, a Organização das Nações Unidas (ONU) reembolsou R$ 556,5 milhões para o Tesouro Nacional. Os números são do Ministério da Defesa. Na prática, um gasto de R$ 1,3 bilhão líquido em recursos do Brasil. Em 2004, o governo Lula justificou que a participação na missão de paz da ONU era uma forma de garantir um assento permanente do Brasil no Conselho de Segurança, o que não ocorreu.

https://politica.estadao.com.br/noticias/eleicoes,gasto-do-exercito-brasileiro-no-haiti-chega-a-r-1-9-bi-desde-abril-de-2004-imp-,977514

Reforçado o bloqueio da ajuda humanitária na Venezuela – (RTP – 15/02/2019)

A questão da ajuda humanitária está a ganhar proporções enormes na Venezuela. O bloqueio mantém-se e é o grande tema político e social do momento, como conta o enviado especial da RTP em Caracas, Hélder Silva.

https://www.rtp.pt/noticias/mundo/reforcado-o-bloqueio-da-ajuda-humanitaria-na-venezuela_v1129406

Dezenas de barreiras policiais e militares em Caracas – (RTP – 15/02/2019)

A capital, Caracas, é uma cidade tranquila a uma hora que seria de prever mais movimento.

A crise económica, social e política que a Venezuela atravessa continua a chamar a atenção da comunidade internacional.

https://www.rtp.pt/noticias/mundo/dezenas-de-barreiras-policiais-e-militares-em-caracas_a1129299

Nem o Papa reconhece mais Maduro como presidente, só a insana Gleisi se mantém firme – (Jornal da Cidade Online – 14/02/2019)

O Papa Francisco deixou claro que não tem interesse em mediar uma solução para a crise que devasta a Venezuela.

Francisco alinhou-se aos bispos venezuelanos, que vêm denunciando em ritmo crescente o rumo autoritário que o país conduzido por Maduro tomou, assim como a dramática situação da população. Tampouco reconhecem o segundo mandato de Maduro como legítimo.

Em entrevista publicada pelo jornal espanhol “El País”, o cardeal Baltazar Porras, presidente da Conferência Episcopal da Venezuela, classifica como insulto Maduro propor o diálogo, “quando está com a água no pescoço”.

Só Gleisi continua com sua defesa insuportável ao tirano venezuelano.

https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/13358/nem-o-papa-reconhece-mais-maduro-como-presidente-so-a-insana-gleisi-se-mantem-firme

Venezuela anuncia criação de grupo de países para defender direitos estabelecidos pela ONU – (Spútnik News – 14/02/2019)

Em discurso na sede das Nações Unidas, em Nova York, Arreaza destacou que esse grupo de trabalho em questão, formado por 14 países — incluindo Rússia, China, Cuba, Irã, Síria, Nicarágua e Palestina —, defenderá princípios como o respeito aos direitos iguais e autodeterminação dos povos, soberania dos Estados e resolução de conflitos através de meios pacíficos, abdicando de ameaças à paz e à segurança internacional.

https://br.sputniknews.com/americas/2019021413314303-grupo-defesa-venezuela


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s