A sociedade de bem irá deixar o “bem” de lado, se os VAGABUNDOS e parasitas não forem afastados do serviço público, que custa caro e não fornece o retorno esperado

Publicado: junho 1, 2019 em Sem categoria

Unigranja

Em Brasília, 81 mil alunos, professores e sindicalistas abandonaram o trabalho para fazer greve política – (Jornalista Políbio Braga – 01/06/2019)

Militantes políticos, sindicalistas e até professores e estudantes participaram nesta quinta-feira (30) de “protesto pela educação” em várias cidades e contra o contingenciamento de 3,4% verbas públicas para universidades federais. É o que conta o jornalista Claudio Humberto no seu Diário do Poder.

No governo Dilma Rousseff (PT), o contingenciamento chegou a 9,5%, mas as entidades representativas de alunos e docentes, aparelhadas pelo PT e PCdoB, não promoveram protestos..

https://polibiobraga.blogspot.com/2019/06/em-brasilia-81-mil-alunos-professores-e.html

Professores da UEL e Unespar aprovam estado de greve pela data-base – (Folha de Londrina/Bonde – 31/05/2019)

Docentes da UEL (Universidade Estadual de Londrina) e Unespar (Universidade Estadual do Paraná) de Apucarana que fazem parte do Sindiprol/Aduel (Sindicato dos Professores do Ensino Superior Público Estadual de Londrina e Região), deliberaram em assembleias pela aprovação do estado de greve. As assembleias foram realizadas na última quarta-feira (29) em Londrina e Apucarana. Conforme o sindicato, os professores podem deflagrar uma greve a qualquer momento.

https://www.bonde.com.br/bondenews/parana/professores-da-uel-e-unespar-aprovam-estado-de-greve-pela-data-base-496525.html

Londrina/PR – ACIL publica nota de repúdio após protesto de estudantes no centro – (24horas – 31/05/2019)

A Associação Comercial e Industrial de Londrina (ACIL) emitiu uma nota de repúdio lamentando o que foi chamado de ‘rastro de destruição’ deixado no calçadão após um protesto de estudantes e servidores da educação na noite desta quinta-feira (30).

A nota publicada pela ACIL lamenta os estragos no mobiliário, que foi recentemente recuperado, e a pichação da calçada. Os bancos e a escada da Praça da Bandeira também foram pichados com a frase “educação é resistência”.

A associação diz que defende manifestações cívicas e participação política da população na democracia, além dos “aspectos fundamentais da cidadania, no caso, o respeito ao patrimônio público e áreas de convivência comum de diferentes segmentos da sociedade”.

A manifestação foi organizada pelo movimento estudantil e teve a participação de professores.

https://24horas.com.br/parana/londrina/protesto-de-estudantes-no-calcadao-gera-nota-de-repudio-da-acil

Fracassou. Ainda bem. – (Jovem Pan – 31/03/2019)

As manifestações de ontem – convocadas sob o pretexto de defesa da educação – fracassaram, tanto em matéria de público quanto de expressão: esvaziadas e truculentas; ao contrário das havidas em 15 de maio, desprovidas de estudantes, pautadas pelo aparato sindical e a serviço de agenda político-partidária poluída pela imposição do “Lula livre” e criminalizada por depredações e tentativas de intimidação, física, de jornalistas.

Celebro esse fracasso. Primeiro, porque indicativo dos riscos políticos de se associar projeto de poder – no caso, o lulopetista – à convocação constante de povo às ruas. Um dia, cedo ou tarde, o povo falta. Celebro, a rigor, tudo quanto possa relaxar reações em tempos reacionários…

https://blog.jovempan.uol.com.br/tem-metodo/2019/05/31/fracassou-ainda-bem

Com jogo de imagens e omissão de informações, Globo tenta fazer crescer os protestos da esquerda (Veja o Vídeo) – (Jornal da Cidade Online – 01/06/2019)

Na sua tarefa inglória de tentar agigantar os protestos da última quinta-feira (30), a Rede Globo, numa longa reportagem, usou de técnicas de filmagem para dar uma dimensão maior ao evento e omitiu informações importantes.

Não se vê, em nenhum momento da transmissão, uma bandeira do Brasil. A predominância da cor vermelha é notória.

A câmera é sempre fechada, nunca a imagem é aberta. Uma técnica para camuflar o real número de pessoas presentes.

E em nenhum momento o JN revela a estimativa do número de participantes, como sempre costuma fazer em eventos desse tipo.

Além disso, as agressões e atos de violência verificados, inclusive contra o repórter Marcelo Mattos da Rádio Jovem Pan, foram simplesmente ignoradas.

Uma vergonha!

Veja o vídeo:

https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/14817/com-jogo-de-imagens-e-omissao-de-informacoes-globo-tenta-fazer-crescer-os-protestos-da-esquerda-veja-o-video

Projeto prevê expulsão de aluno da rede pública que depredar escola – (O Documento – 10/05/2019)

O Projeto de Lei 1192/19 prevê que os alunos condenados administrativamente ou judicialmente em casos de depredação do patrimônio público sejam expulsos da escola e sejam impedidos de se matricular em outros estabelecimentos oficiais de ensino.

http://odocumento.com.br/projeto-preve-expulsao-de-aluno-da-rede-publica-que-depredar-escola

Professor que “ensina cidadania” é só um vagabundo de partido disfarçado de amigo da humanidade – (Reinaldo Azevedo/Veja/Abril – 24/02/2011 – atualizado em 20/02/2017)

Ainda sobre o Movimento Passe Livre, mas com camiseta da Hollister, o Jefferson me envia o que segue. Vou poupá-lo de si mesmo, como recomenda o Corão — comecem a estudar o livro, viu? Será cada vez mais útil… —, e omitir o sobrenome. Leiam: Não concordo com a reivindicação de que a passagem do […]

https://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/professor-que-8220-ensina-cidadania-8221-e-so-um-vagabundo-de-partido-disfarcado-de-amigo-da-humanidade

A politização da “educação” pode ser resultado da preguiça de vagabundos também – (Rodrigo Constantino – 07/11/2016)

A infiltração de militantes nas escolas e universidades é amplamente documentada e faz parte de uma deliberada estratégia comunista desde Gramsci, ao menos. Mas essa não seria a única razão para essa politização toda que vemos, com “professores” incentivando as tais “ocupações”. O filósofo Luiz Felipe Pondé levanta um motivo mais comezinho, mais banal, para esse fenômeno: a preguiça. Sim, quando vagabundos que não querem ensinar se encontram com vagabundos que não querem estudar, o casamento é imediato, e o filho é uma “ocupação”. Diz Pondé em sua coluna:

https://www.gazetadopovo.com.br/rodrigo-constantino/artigos/politizacao-da-educacao-pode-ser-resultado-da-preguica-de-vagabundos-tambem

Baderneiros vagabundos disfarçados de alunos impedem professor de dar aula – (Rodrigo Constantino – 18/06/2016)

Vejam que imagem chocante, que retrata a triste realidade do ensino brasileiro. O professor Sergei Popov, da Unicamp, tenta com calma e classe continuar a aula, enquanto “alunos” fazem o maior carnaval e impedem sua continuação. O desrespeito é assustador. Os militontos esquerdistas não aprenderam a ter limite na vida, não foram educados. E gente sem educação pode frequentar a universidade que for: jamais será educada de verdade. Vejam:

https://www.gazetadopovo.com.br/rodrigo-constantino/artigos/baderneiros-vagabundos-disfarcados-de-alunos-impedem-professor-de-dar-aula

A baderna das universidades do Brasil

Otávio Sá Leitão – 16/05/2019

Acabar com órgãos de utilidade pública como o DOPS e o DOI-CODI foi como retirar as ratoeiras e espalhar o queijo para a CORJA maldita.

Se o Brasil continuar encontrando obstáculos pelo caminho, para consertar o estrago, recuperar o prejuízo e voltar a avançar, que venha o sistema da Ordem Política e Social, promovendo a Faxina Geral, expulsando, prendendo e arrebentando as LACRAIAS que oferecerem resistência contra a ação do Estado que tem o aval da maioria da sociedade que está cansada de baderna e de pagar a conta da orgia.

E ESSA MESMA SOCIEDADE ESPERA QUE VENHAM OS FINALMENTES, PARA QUE ELA TEM QUE AGIR POR CONTA PRÓPRIA PARA TERMINAR O SERVIÇO QUE PASSOU A SER MAL FEITO, DESDE 1985.

Como é morar na USP? (Parte 1) – PA+Charles

Projeto em Andamento – 11/09/2018

É você, contribuinte e dizimista lascado, que paga para que esse “coitadinhos” carentes da esquerda caviar, com caras de deputados “barbudinhos” que iniciaram a carreira política no antro de Sodoma do BBB global, tenham abrigo e mordomias para apoiar inimputáveis criminosos e garantir o parasitismo na máquina pública, como acontece na TV Cultura Herzog, da Fundação Padre Anchieta, que a porta-voz da aberração.

Não é uma “tucanagem” da democradura?

TV Defesa: Conheça o Instituto Militar de Engenharia

Ministério da Defesa – 13/07/2018

Mais de 30 anos depois, o cidadão de bem teve acordar para refletir sobre o que dá retorno para o que ele paga com tanto sacrifício, cumprindo o seu dever diariamente, enquanto os VAGABUNDOS deixam de trabalhar em dias úteis, alimentados com o mesmo dinheiro que o cidadão paga?

SE OS QUE RECEBEM OS SALÁRIOS MAIS GORDOS NÃO TOMAREM PROVIDÊNCIAS DEFINITIVAS, O PATRÃO QUE O POVO, IRÁ PROMOVER A DEMISSÃO COLETIVA DE TODOS OS PARASITAS INCOMPETENTES.


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s