A educação transforma um país para o benefício de todos, mas a evasão das “lacraias” é o que garante a transformação

Publicado: junho 24, 2019 em Sem categoria

Escola do Capeta

Deputado propõe exame toxicológico em universidades contra ‘farra’ das drogas – (Estado de Minas – 24/06/2019)

A regra valeria para instituições públicas. Diego Andrade alega que quem tem dinheiro para comprar os entorpecentes pode pagar uma faculdade particular.

https://www.em.com.br/app/noticia/politica/2019/06/24/interna_politica,1064166/deputado-propoe-exame-toxicologico-em-universidades-contra-drogas.shtml

Por que não vai estudar em um país bolivariano narcotraficante, para ficar mais perto da fonte?

Aprontou, badernou, depredou, perturbou consideravelmente a ordem e foi pego no exame, tem ser expulso e processado criminalmente.

“Eu, Universidade pública, drogada e prostituída” – (Jornal da Cidade Online – 13/02/2019)

Recentemente, em evento sobre privatizações no BNDES, o Ministro Paulo Guedes dizia que “as estatais são como filhos que fugiram e hoje são drogados”. Embora ele não estivesse se referindo às Universidades públicas, parece-me que sua analogia se encaixa perfeitamente em uma análise do que ocorreu com elas ao longo das últimas décadas, mormente durante as administrações do PT. Na verdade eu iria, no que concerne a elas, além: Não apenas drogadas, elas foram prostituídas.

https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/13342/eu-universidade-publica-drogada-e-prostituida

E tem gente que está em universidade para se especializar na produção de drogas sintéticas.

Professor da UFRB é preso após atropelar pessoas vendendo camisas de Bolsonaro – (Bahia Notícias – 05/10/2018)

Foi encaminhado para uma delegacia, ouvido e liberado para responder em liberdade. O caso foi registrado como lesão corporal.

https://www.bahianoticias.com.br/noticia/227523-professor-da-ufrb-e-preso-apos-atropelar-pessoas-vendendo-camisas-de-bolsonaro.html

Não é só o falso estudante quem tem que passar por exames toxicológicos e psicológicos, mas todo o corpo docente da instituição que oferecer risco aos alunos e à sociedade.

Além do mais, lugar de “Chê Qué Vara” sempre o foi o pau de arara.

Professor armado com besta invade Secretaria de Educação

Brasil Urgente – 15/03/2019

Aprontam no ensino público, com prejuízos para os contribuintes, e depois entram no serviço público para acabar de praticar atos que dão mais prejuízos ainda.


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s